Alguns motivos para gostar do Rotary

Estamos mais próximos do que nunca de acabar com a pólio

Campanha de vacinação contra a paralisia infantil do Rotary Club de Metro San Fernando, nas Filipinas.

Agora que a região africana foi certificada como livre da poliomielite, será uma questão de tempo para eliminarmos o vírus selvagem nos seus últimos redutos: Afeganistão e Paquistão.

Continuar lendo

Atuando de forma efetiva na prevenção de doenças

Por Ann Marie Kimball, médica e mestre em Saúde Pública, associada do Rotary Club de Bainbridge Island, presidente do comitê de projetos humanitários e membro do corpo de conselheiros técnicos do cadre da Fundação Rotária.

Ann Marie Kimball

O Rotary tem se engajado vigorosamente na luta contra a Covid-19. Eu estou honrada em servir em uma nova força-tarefa que o Rotary International criou, mas isso também me fez pensar em nosso papel como rotarianos. Como podemos continuar progredindo com a erradicação da pólio durante a pandemia de Covid-19?

O Rotary engloba dois conceitos fundamentais na Segurança da Saúde Global:

1) “Global para Local” ou glocal – uma série de atividades que vai do mais alto nível de cooperação global para as atividades mais locais centradas nos indivíduos, famílias e comunidades.

2) “Toda a sociedade” – o chamado e a resposta à preparação para a pandemia e outras ameaças globais. Tais ameaças impactam a sociedade como um todo e a resposta, consequentemente, precisa envolver toda a sociedade.

Continuar lendo

Dilema rotário: o que você faria?

Durante a pandemia, seu clube tem sido flexível e inovador para encontrar maneiras de fazer reuniões e projetos on-line. No segundo semestre do ano rotário, para continuar inovando, o presidente do clube encarregou a Comissão de Projetos Humanitários, que você preside, de criar uma nova oportunidade mensal de serviços participativos para que os associados possam se reunir virtual ou presencialmente (se for seguro).

Continuar lendo

Bolsas Rotary pela Paz: por dentro do processo de seleção

As inscrições para as Bolsas Rotary pela Paz 2022-23 já estão abertas e vão até 15 de maio! Para concorrer, e ganhar a sua, no entanto, é preciso muito mais do que apenas entregar a documentação no prazo correto. É preciso ter o perfil certo para desenvolver uma carreira na promoção da paz e desenvolvimento no mundo. Para saber se você tem esse perfil, conversamos com quem ajuda a preparar os candidatos e também com quem já foi selecionado.

Turma de mestrado da brasileira Karina Ito, bolsista Rotary pela Paz nos Estados Unidos
Continuar lendo

Três ingredientes para manter os associados felizes

Por Barton Goldenberg, associado do Rotary Club de Metro Bethesda, EUA

Tive o prazer de ser convidado recentemente para uma discussão on-line sobre a apatia dos associados. Éramos dois ex-governadores de distrito, um governador assistente, dois ex-presidentes de clube – um de um clube grande e outro de clube menor – e um presidente de Comissão de Serviços Comunitários. Discutimos os motivos pelos quais alguns rotarianos estão relutantes em participar ou se envolver em atividades rotárias. Com base em uma pesquisa distrital sobre o impacto da pandemia de covid-19 (cujos resultados estão publicados no site do nosso distrito), sabíamos que enfrentaríamos desafios este ano rotário, especialmente no que se refere ao engajamento de associados.

Muitos clubes estão se concentrando em atrair associados que representem todos os segmentos em suas comunidades, pois entendem que a diversidade é essencial para a saúde e o engajamento do clube. Alguns criaram um processo para garantir que associados em potencial se sintam acolhidos e tenham uma ótima experiência ao visitar o clube ou participar de um projeto humanitário.

Associados do Rotary Club de Metro Bethesda participam de um projeto humanitário.
Continuar lendo

Rotary: projeto amplia rede de tratamento de pé torto

Treinamentos capacitaram mais de 50 médicos no Brasil

No Brasil, a cada ano, nascem cerca de 4 mil crianças com pé torto congênito. Até 20 anos atrás, o tratamento para correção era longo, caro e deixava sequelas. No entanto, uma iniciativa do Rotary ajudou a difundir um método mais rápido, mais barato e eficaz e que, hoje, é padrão nos atendimentos do Sistema Único de Saúde no Brasil: o método Ponseti.

Continuar lendo

Por que a uniformidade da marca do Rotary é importante?

Por: Liz Thiam, especialista em marcas do Rotary

Como especialista em marcas do Rotary, vejo placas da nossa organização em todos os lugares. Até meus filhos apontam para placas do Rotary quando vamos para algum lugar. Portanto, quando participei de um evento rotário na minha cidade no ano passado, não pude deixar de notar a maneira em que o logotipo do Rotary estava sendo usado.

No início, fiquei feliz de ver o logo do clube em uma placa de boas-vindas aos participantes. Mas depois, vi em uma faixa a imagem da roda do Rotary no formato de uma panqueca. No estande, havia outra faixa enorme com a antiga roda do Rotary que já não usamos mais. Os associados do clube estavam todos vestindo camisas polo com a antiga roda do Rotary, mas distribuindo folhetos com o logotipo atualizado do clube. Em cada uma das cinco oportunidades de promover o clube, eles estavam usando um logotipo diferente. Era desconcertante e confuso.

Continuar lendo

Rotary: projeto agiliza reconstrução facial para pacientes de câncer

Perder partes do rosto, como o nariz, a orelha ou um olho, por exemplo, são sequelas pelas quais passam muitos pacientes de câncer. Essa perda pode impossibilitar atividades básicas como comer ou até mesmo impedir o convívio social dessa pessoa. Por isso, a reconstrução facial é tão importante e precisa ser feita com rapidez. Em Jaú, interior de São Paulo, foi um projeto do Rotary que tornou possível essa realidade.

Impressora 3D e prótese já impressa: avanço na recuperação facial de pacientes com câncer
Continuar lendo

Três maneiras de criar um ambiente livre de assédio no Rotary

Katey Halliday

Por Katey Halliday

Não há lugar para assédio no Rotary. As pessoas não entrarão ou permanecerão na nossa organização se forem expostas esse tipo de atitude.

Manter um ambiente livre de assédio em reuniões, eventos e atividades é uma norma do Rotary. Ela deixa claro que tal comportamento não será tolerado e estipula que todos os líderes da organização, inclusive os presidentes de clube, devem receber treinamento anual sobre os regulamentos do Rotary International referentes ao assunto.

Mas será que cabe apenas aos líderes assegurar que o Rotary seja um local livre de assédio? É claro que não. É preciso que cada um de nós crie e mantenha uma cultura que não tolere, ignore ou justifique o assédio.

Continuar lendo