Entre em ação para apoiar a educação durante o Mês da Alfabetização do Rotary

Hoje, 103 milhões de jovens em todo o mundo, dos quais 60% são mulheres, não possuem habilidades básicas de alfabetização. Estima-se que 50% das crianças em idade para frequentar o ensino fundamental não vão à escola por viverem em áreas afetadas por conflitos. Embora 91% das crianças em países em desenvolvimento estejam matriculadas no ensino fundamental, 57 milhões delas continuam fora da escola. *

Por que estas estatísticas são importantes? Ao apoiar a educação e alfabetização em comunidades em todo o mundo, nós podemos mudar esta situação e melhorar vidas. O 4º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU visa assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.

Rotarianos em todo o mundo apoiam este objetivo por meio de projetos educacionais que fornecem tecnologia, treinamento para professores, equipes de formação profissional, programas de merenda para estudantes e livros didáticos de baixo custo para comunidades. A meta do Rotary é fortalecer a capacidade de as comunidades apoiarem a educação básica e alfabetização, reduzir a disparidade entre os sexos no que se refere educação, e aumentar a alfabetização de adultos. Veja alguns exemplos de como rotarianos estão entrando em ação:

  • O Rotary Club de Flemington (EUA) adotou uma escola em Bogor, Indonésia, que trabalha com crianças autistas. O clube forneceu apoio financeiro para compra de materiais educacionais, organizou treinamento para os professores da Western Autistic School, Olga Tennyson Institute, da Universidade de LaTrobe, e coordenou visitas dos professores a escolas públicas que integraram crianças com autismo às salas de aula. Bogor também recebeu apoio técnico para renovar suas atuais práticas e planejar futuras iniciativas.
  • Aprender a ler é uma habilidade fundamental que possui uma forte correlação com o sucesso acadêmico e profissional. O Rhoda Reads™, programa do Rotary Club de Waterville, oferece a rotarianos treinamento sobre o desenvolvimento de crianças entre 0 a 5 anos de idade em Maine, EUA . O programa dá a cada participante um kit que inclui uma variedade de livros e uma coruja de pelúcia chamada Rhoda (a mascote do programa). Os rotarianos são emparceirados com uma creche, a qual eles visitam regularmente para ler às crianças.
  • Para os estudantes de ensino médio terem sucesso após se formarem, eles precisam saber usar computadores. Com o apoio da Auckland University of Technology, o Rotary Club de Taveuni forneceu uma sala de aprendizado digital para os estudantes da ilha de Taveuni, em Fiji. Assista ao vídeo abaixo para saber mais.

* http://www.un.org/sustainabledevelopment/education

Recursos:

Conecte-se e troque ideias na nossa Convenção

Se você for à Convenção do Rotary International de 2016, de 28 de maio a 1º de junho, participe dos vários workshops para aprender com especialistas em programas, explorar oportunidades de serviços humanitários, fazer amizades e combinar possíveis parcerias. As sessões serão realizadas de 30 de maio a 1º de junho.

Alguns workshops:

  • Speed Project Fair (em inglês)— Esta feira é uma oportunidade para você conhecer coordenadores de projetos, explorar futuras parcerias e sair motivado para organizar ou comparecer a um evento como este em sua região.
  • Rotary Community Corps: Community Solutions for Community Challenges (em inglês) — Um Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário (NRDC) é um grupo de não rotarianos que realizam projetos e apoiam iniciativas do Rotary Club local. Saiba como organizar um NRDC, aprenda mais sobre seu papel no desenvolvimento comunitário e descubra como se emparceirar com um Núcleo.
  • Serviços Profissionais em um mundo digital — Como colocar os Serviços Profissionais em prática em clubes com associados mais jovens? Falaremos sobre programas de mentores e networking, além de explorar possíveis mudanças de terminologia nas profissões e classificações. Você também aprenderá a usar o Meu Rotary para fazer contato com outros rotarianos pelas mídias sociais.
  • Partnerships: Rotary’s Opportunity to Enhance and Diversify Resources and Impact (em inglês) — Aprenda sobre as quatro categorias de parcerias do Rotary.

Grupos Rotarianos em Ação e Grupos de Companheirismo do Rotary 

Encontro Mundial da Água: junte-se ao Grupo Rotarianos em Ação pela Água e Saneamento para o oitavo Encontro Mundial da Água. O tópico deste ano será “estratégias sustentáveis, soluções sustentáveis”.

Workshops:

  • Fellowships — the Hidden Gem of Rotary (em inglês) — Descubra como se conectar com pessoas de todo o mundo por meio dos Grupos de Companheirismo do Rotary.

Conecte-se na Convenção de 2016 na Coreia do Sul

Visite a Casa da Amizade para fazer contato com rotarianos e rotaractianos, e aprender mais sobre Grupos de Companheirismo, Grupos Rotarianos em Ação, parcerias do Rotary e muito mais. Baixe o guia dos estandes e eventos da Casa da Amizade. Prepare-se para se conectar com grupos que compartilham dos seus interesses e especialização.

Baixe a programação preliminar (apenas em inglês) para uma lista dos workshops para #Rotary16  ou use o app Rotary Events.

Contribua à educação universal entrando em ação no Mês da Alfabetização

Por Ellina Kushnir, Programas do Rotary International

Com o lançamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio em 2000, estamos fazendo a nossa parte para reduzir a pobreza extrema e contribuir ao alcance das metas da ONU. Apesar do considerável aumento na universalização do ensino fundamental, nos últimos oito anos o ritmo deste progresso diminuiu. Cerca de 58 milhões de crianças nesta categoria não frequentam a escola; 781 milhões de adultos e 126 milhões de jovens não possuem nível básico de alfabetização, dos quais  mais de 60% são mulheres.*

A conquista da educação básica para todos e da igualdade entre os sexos nas escolas são fatores imprescindíveis para o alcance de outros Objetivos do Milênio. Uma comunidade cujos membros têm maior nível educacional está mais preparada para combater pobreza e doenças, além de estar em posição vantajosa para acessar e manter recursos que garantam prosperidade para todos.*

Em março, Mês da Alfabetização, faça projetos novos ou reproduza ideias bem-sucedidas que contribuam à educação e igualdade nas escolas, como nos exemplos a seguir:

  • feedingO Rotary Club de Makati North, nas Filipinas, trabalhou com seu Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário no fornecimento de refeições a alunos desnutridos durante 22 semanas. Como resultado, houve redução de casos de doenças entre os 100 estudantes beneficiados e também na abstenção escolar.
  • lightCom o auxílio de parceiros em um subsídio do Rotary, o Rotary Club de Taipei Twins, de Taiwan, forneceu luz propiciada por energia solar nas casas de 2.000 estudantes de Mianmar. Um gerador, central de abastecimento e unidades de armazenamento foram instalados na escola local para suprir energia às luminárias dos alunos. Com a luz das luminárias, os alunos conseguem fazer suas lições de casa e a frequência às aulas aumentou graças ao gerador da escola.
  • schoolresourcesO Rotary Club de Tripureswor, no Nepal, adotou a escola Gram Sudhar Lower Secondary School fazendo melhorias nas salas e fornecendo recursos para os alunos. O clube dá suporte à educação pré-escolar e fornece uniformes, mobília, materiais educativos e treinamento para os professores.
  • Rotary Clubs da Malásia e da Índia usaram um Subsídio do Rotary para construir sanitários femininos em uma escola de Chennai, na Índia. Com isso, aumentou o número de meninas que não falta às aulas.

Nós também podemos ajudar:

  • Fazendo levantamentos. Determine as necessidades de alfabetização básica e educacionais das comunidades com as quais trabalhará.
  • Envolvendo a família inteira. Organize eventos que aproximem os pais da vida escolar de seus filhos, ou até mesmo para lhes oferecer cursos.
  • Buscando apoio. Poste seu projeto educacional ou de alfabetização no Rotary Ideas para conseguir parceiros.

Neste mês de março, visite-nos para ver mais dicas, recursos e histórias inspiradoras para ajudar seu clube e distrito com projetos educacionais e de alfabetização. Divulgue seus projetos educacionais e de alfabetização no Rotary Showcase.

*Indicadores das Metas de Desenvolvimento do Milênio, Divisão de Estatística das Nações Unidas

Voluntários salvam vidas durante surto de ebola

Por Samuel Enders, Rotary Club de Yonkers-East Yonkers, EUA

Sam Enders com alunos da African Dream Academy

Sam Enders com alunos da African Dream Academy

Tendo crescido em meio à pobreza da Libéria, na África Ocidental, eu não tive educação formal de qualidade. Sou o caçula de nove filhos e meu pai faleceu quando eu tinha apenas dois meses, o que me privou ainda mais das coisas básicas. Para sobreviver, tive que revirar latas de lixo em busca de restos de comida e, mais difícil ainda, encontrar roupas. Acesso à saúde e educação eram artigos de alto luxo para mim, a ponto de chegar aos 15 anos com instrução de terceiro ano primário. As coisas ficavam cada vez mais difíceis no país por causa da sangrenta guerra civil que destruiu a economia, infraestrutura e esperança do nosso povo. Infelizmente este era, e continua sendo, o retrato da infância e da adolescência de muitas pessoas na Libéria e na África.

Com apoio de outras pessoas e muita determinação, eu me formei em liderança organizacional, fiz mestrado em educação e hoje moro em Nova York, onde planejo fazer MBA. Tenho dedicado minha vida para que muitos jovens do meu país escapem das garras da pobreza através da educação.

Pensando assim, fundei a African Dream Academy (ADA) em 2005. Até 2011, nós já tínhamos trabalhado com 6.000 crianças liberianas, aconselhando-as a dedicarem-se aos estudos e dando-lhes instruções básicas para transformar suas vidas. Em 2012, finalmente abrimos nossa escola em um espaço físico, onde servimos a 140 crianças do berçário ao quarto ano.

Meu sonho de educar as crianças carentes da Libéria foi temporariamente interrompido por causa da necessidade de mantê-las vivas. O surto de ebola foi um baque trágico sofrido por um país castigado pela pobreza. Em vez de me preocupar com meu próprio bem-estar e retornar aos Estados Unidos como tantos voluntários fizeram, eu mobilizei 347 pessoas para ensinar a população a se prevenir contra o vírus e fornecer água clorificada para lavagem de mãos, já que a maior parte dos liberianos não sabe evitar este mal e não tem acesso a água corrente. Como as escolas do país não voltarão a funcionar até que a epidemia seja controlada, o plano é ter os professores trabalhando com pequenos grupos de crianças da ADA em seus bairros e vilarejos até que o governo reabra as escolas.

Tenho recebido ligações de todas as partes da nação de pessoas que querem saber mais sobre a doença e obter suprimentos necessários para lavarem as mãos com segurança. Já atendemos 10.000 casas em 20 comunidades, distribuindo tais suprimentos e dando dicas de higiene. Fornecemos alimentos e assistência médica para nossos alunos e professores da ADA e também para os cegos. Doamos uma ambulância ao único centro de combate ao ebola do país, no Hospital ELWA – o primeiro da entidade.

Eu entrei em ação porque sou rotariano, liberiano e humano. O trabalho é infinito e eu peço aos meus companheiros rotarianos de todas as partes do mundo que nos apoiem aqui na África. Agradeço desde já sua contribuição de qualquer valor por meio deste site.

Leia mais sobre a African Dream Academy e veja fotos do nosso trabalho na nossa página do Facebook.