Rotaract e Rotary servindo juntos

Por Ignacio Gonzalez Mendez, associado do Rotaract Club de Oriente de Talca, Chile

Eu preciso confessar, eu não me preparei para encontrar o Rotary. O Rotary que me encontrou. Eu me envolvi com o Rotary por meio de uma série de eventos felizes que mudaram o modo como eu olho para tudo.

Quando eu tinha 13 anos, eu me voluntariei para a Cruz Vermelha e essa experiência me levou, anos mais tarde, a criar um projeto para estabelecer uma estação de primeiros-socorros em minha escola de ensino médio. Na minha cerimônia de formatura, eu fui surpreendido com um prêmio do Rotary Club local por meu trabalho voluntário com a Cruz Vermelha. O prêmio era em homenagem a um dos meus professores, que morreu inesperadamente. Receber o prêmio e saber que meu professor tinha valorizado meus esforços me deu mais inspiração para continuar me voluntariando.

Ignacio Gonzales Mendes em frente à sede do Rotary em Evanston durante a reunião da Força-Tarefa de Elevação do Rotaract em 2020.

Continuar lendo

Comboio humanitário da Áustria viaja a noite toda para levar doações à Ucrânia

Por Sebastian Adami, associado do Rotaract Club de Klagenfurt-Wörthersee, Áustria

Na noite de 2 de março, parti com uma equipe de rotaractianos e colegas de seis países para levar suprimentos emergenciais aos contatos que nos aguardavam nas proximidades da fronteira entre Polônia e Ucrânia. Nosso comboio de cinco veículos viajou por toda a madrugada para chegar lá. Ficamos animados com a reação das pessoas pelo caminho, piscando seus faróis ou nos dando outros sinais de encorajamento ao verem nosso comboio e as bandeiras que identificavam o que estávamos fazendo.

Continuar lendo

Solidariedade move voluntariado no Brasil

Por Aurea Santos, especialista em Comunicação no escritório do Rotary International no Brasil

A solidariedade é o principal fator que leva os brasileiros a se envolverem com o trabalho voluntário. É o que revelou a Pesquisa Voluntariado no Brasil 2021, que analisa dados sobre o trabalho voluntário no país desde 2011 até o ano passado. Na pesquisa, 74% dos respondentes apontaram a solidariedade como motivo para realizar a atividade voluntária.

O levantamento mostrou ainda que 47% das pessoas que atuam com voluntariado o fazem em instituições religiosas, e que o trabalho voluntário dessas instituições é considerado como o mais confiável por 58% dos respondentes.

Realizada pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS) e pelo Instituto Datafolha, a pesquisa teve o ex-rotaractiano Felipe Pimenta de Souza* como um de seus consultores. Atualmente vivendo na França, Felipe já participou do intercâmbio de jovens do Rotary, Interact, Rotex, Rotaract e, hoje, participa como convidado de reuniões do Rotary E-Club de Paris.

Felipe Pimenta de Souza foi um dos consultores da Pesquisa Voluntariado no Brasil 2021

Em entrevista ao blog Vozes do Rotary, Felipe comenta as principais descobertas da pesquisa e destaca que o voluntariado é uma prática cidadã que permite mudar as condições das realidades de uma pessoa, de um bairro ou de uma comunidade.

Continuar lendo

Treinamento e conselhos de especialistas para projetos de água, saneamento e higiene

Por Brian Hall, presidente do Grupo Rotary em Ação pela Água, Saneamento e Higiene

“Nós esquecemos que o ciclo da água e o ciclo da vida são, na verdade, um só.” — Jacques Yves Cousteau

Durante o último ano, o Grupo Rotary em Ação pela Água, Saneamento e Higiene (WASH) tem estado incrivelmente ocupado. Desde nosso Encontro Mundial da Água e da série de webinars sobre água, saneamento e higiene em estabelecimentos de saúde, nós continuamos promovendo WASH entre os associados do Rotary.

Continuar lendo

Rotary em Portugal ajuda refugiados da Ucrânia

O Rotary em Portugal celebrou um protocolo de parceria com a PAR – Plataforma de Apoio aos Refugiados, com o objetivo de ajudar no acolhimento dos refugiados com especial foco na Ucrânia e no Afeganistão, dois países que estão no centro das necessidades atuais.

Os rotarianos portugueses irão integrar a rede da PAR, atuando como um importante e estratégico parceiro na integração dos refugiados em Portugal, apoiando-se para isso em mais de 3.400 membros que integram 173 clubes.

Continuar lendo

Editor da revista Rotary na Ucrânia agradece a ajuda da rede rotária

Nota do editor: o conflito na Ucrânia deslocou milhões de pessoas e criou uma crise humanitária em toda a Europa. Segue uma entrevista que a revista Rotary fez com Mykola Stebljanko, editor da revista Rotary na Ucrânia.

Qual a sua atual situação aqui? 

No momento, estou morando em Odesa, cidade com a terceira maior população do sudoeste da Ucrânia e importante portuário na costa do Mar Negro. Ainda não há nenhuma ação militar aqui, mas vivemos sob a constante ameaça de bombas e mísseis. Muitas vezes, somos acordados no meio da noite com as sirenes de ataque aéreo e temos que levantar e nos esconder em um lugar seguro. No meu apartamento, o lugar mais seguro é o banheiro, onde nos reunimos e passamos o resto da noite.  Apesar de alguns ataques ocasionais de foguetes, geralmente, este é um lugar seguro. 

Mykola Stebljanko
Continuar lendo

Rotary: projeto oferece microcrédito em Jundiaí

Por Aurea Santos, especialista em Comunicação no escritório do Rotary International no Brasil

Pequenos negócios dentro de comunidades carentes costumam ter dificuldades para crescer por falta de capital de giro e acesso a crédito. Mas são eles que dão ocupação e renda a milhares de pessoas que estão fora do mercado de trabalho formal. Por isso, um projeto do Rotary Club de Jundiaí Serra do Japy está oferecendo microcrédito a pequenos empreendedores da cidade do interior paulista.

Na busca por projetos sustentáveis, os associados do clube se depararam com a possibilidade de oferecer microcrédito a pequenos empreendedores. Após alguns anos de estudo e a conquista de parceiros que tornariam o projeto viável, o clube busca, agora, seus primeiros beneficiários.

Adriana do Santos Miranda é a primeira pessoa a receber um empréstimo pelo projeto
Continuar lendo

Apoiando o reassentamento de refugiados

Por Quentin Wodon, presidente do Grupo Rotary em Ação para Refugiados Deslocamentos Forçados e Migração

De acordo com as últimas estatísticas do ACNUR, estima-se que 84 milhões de pessoas foram forçadas a se deslocar globalmente até a metade de 2021. Dentro desse grupo, 26,6 milhões são refugiados e 4,4 milhões estão buscando asilo.  Enquanto o número de indivíduos deslocados cresce globalmente, incluindo com a atual crise na Ucrânia, as organizações da sociedade civil incluindo os Rotary Clubs e seus distritos estão se mobilizando para ajudar nos esforços de reassentamento.

Rotaractiano na Áustria prepara ajuda para ucrânianos afetados pela guerra
Continuar lendo

Rotary: projeto do Brasil constrói 8 poços em Moçambique

Por Aurea Santos, especialista em Comunicação no escritório do Rotary International no Brasil

A falta de acesso à água potável nas aldeias de Chimoio, em Moçambique, mexeu com Ana Lucia Amstalden, associada do Rotary Club de Saltinho, no interior de São Paulo. Vendo crianças e mulheres caminharem até 20 quilômetros para encontrar o que beber, ela sabia que precisava fazer algo.

Comunidade em Chimoio utiliza poço financiado pela Fundação Rotária

O ano era 2018 e Ana estava no país africano para atuar como pedagoga em um trabalho voluntário realizado a convite de uma ONG. Ao voltar ao Brasil, ela sentiu que podia fazer mais por aquelas crianças e por suas comunidades, e decidiu colocar o seu Rotary Club em ação para conseguir a ajuda que era preciso.

Continuar lendo