Um giro por 2022 no Rotary

Por Aurea Santos, especialista em Comunicação no escritório do Rotary International no Brasil

O ano de 2022 está acabando e, de todos os acontecimentos importantes no Rotary nos últimos 12 meses, a volta dos encontros e eventos presenciais é, sem dúvida, o mais marcante em nossa organização. O Rotary foi criado para unir pessoas e, depois de dois anos afastados, pudemos realizar reuniões, conferências, institutos e, finalmente, nossa primeira convenção presencial desde 2019.

E se é muita coisa para lembrar, fizemos aqui um resumo dos destaques rotários desse ano. Vem conferir com a gente:

A convenção em Houston reuniu associadas e associados de diversas partes do mundo

“Imagine o Rotary”. Janeiro foi o mês de conhecermos o lema presidencial para o ano rotário de 2022-23, da presidente Jennifer Jones. Ela nos convidou a imaginar um mundo que merece o nosso melhor, onde levantamos a cada dia sabendo que podemos fazer a diferença. Ela fez o convite, e os associados do Rotary de todo o mundo aceitaram.

Em fevereiro, recebemos presencialmente o então presidente Shekhar Mehta em Foz do Iguaçu, no Paraná. Ele veio ao Brasil para participar da Conferência Presidencial da América do Sul.

Em março, com o agravamento da guerra na Ucrânia, o Rotary criou um canal oficial para receber contribuições em apoios aos esforços de assistência emergencial dos distritos para ajudar o país europeu.

Com a disposição imediata em ajudar de seus associados, em abril, o Rotary já tinha levantado US$ 7,3 milhões para ajudar as pessoas afetadas pela guerra na Ucrânia.

Em maio, os canais oficiais do Rotary no Brasil iniciaram a celebração do centenário de nossa organização no país. Foi a largada para nos unirmos em uma grande festa, de clubes de norte a sul do Brasil, em fevereiro de 2023, no Rio de Janeiro.

Junho nos trouxe nossa primeira convenção internacional presencial em dois anos. Associadas e associados do Rotary de todo o mundo se reuniram em Houston, no Texas, Estados Unidos. Foram dias de reencontros, aprendizado, compartilhamento e comemoração.

Julho nos trouxe a posse da primeira mulher presidente da história do Rotary International. Jennifer Jones assumiu no primeiro dia do mês, fazendo dessa data um marco para todas as associadas do Rotary e para a promoção da diversidade em nossa organização.

Agosto também foi um mês importante para as mulheres no Rotary, com a escolha de Stephanie A. Urchick como presidente de nossa instituição para o ano de 2024-2025.

Em setembro, tivemos a realização do 45º Instituto Rotary do Brasil. Foi outro marco na volta dos eventos presenciais em nosso país, reunindo associados e associadas de diversos estados na capital paulista. Internacionalmente, a presidente Jennifer Jones representou o Rotary no evento Global Citizen, anunciando uma doação adicional de US$ 150 milhões para os esforços de eliminar a pólio.

Em outubro, anunciamos orgulhosamente que o rotariano Anton Zeilinger foi um dos ganhadores do Prêmio Nobel de Física. Neste mês, é claro, nossos associados também se reuniram para celebrar o Dia Mundial de Combate à Pólio e reforçar a importância da vacinação contra a doença em todo o planeta.

Em novembro, comemoramos os 60 anos do Interact! Assim, celebramos todos os jovens que começam por lá seu caminho dentro do Rotary e que garantem o futuro e a continuidade da organização.

Agora que você já pôde relembrar o que se passou no Rotary neste ano, aproveitamos para te convidar a continuar seguindo nossos canais oficiais no ano que vem: Rotary Brasil no Facebook, Rotary Brasil no Twitter e, claro, esse blog que você está lendo aqui, o Vozes do Rotary.

O Rotary deseja a você e sua família um excelente fim de ano e um 2023 maravilhoso. Que juntos possamos continuar a fazer o bem no mundo!

Uma resposta em “Um giro por 2022 no Rotary

  1. A Retomada dos Eventos Presenciais foi de suma importância, começando pela Conferência Presidencial de Foz do Iguaçu, já que a Assembleia Internacional de 2022 ocorreu virtualmente.
    Todo o Mérito da Fantástica Conferência Presidencial vai para seu Chair, o Diretor Mário César Martins de Camargo, e equipe. Se dependêssemos do RIBO este evento se quer teria ocorrido, pois além de se recusarem a estar presencialmente, a única divulgação feita nas mídias do Rotary Brasil se deu duas semanas após o término do evento, quando diversos rotarianos cobraram mais respeito!
    Chega a ser muito irônico…, mostrando mais uma vez a alienação e falta de comprometimento dos funcionários de nosso escritório.
    OBS: A Convenção de Houston ocorreu 3 anos após a de Hamburgo (2019).

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s