Editor da revista Rotary na Ucrânia agradece a ajuda da rede rotária

Nota do editor: o conflito na Ucrânia deslocou milhões de pessoas e criou uma crise humanitária em toda a Europa. Segue uma entrevista que a revista Rotary fez com Mykola Stebljanko, editor da revista Rotary na Ucrânia.

Qual a sua atual situação aqui? 

No momento, estou morando em Odesa, cidade com a terceira maior população do sudoeste da Ucrânia e importante portuário na costa do Mar Negro. Ainda não há nenhuma ação militar aqui, mas vivemos sob a constante ameaça de bombas e mísseis. Muitas vezes, somos acordados no meio da noite com as sirenes de ataque aéreo e temos que levantar e nos esconder em um lugar seguro. No meu apartamento, o lugar mais seguro é o banheiro, onde nos reunimos e passamos o resto da noite.  Apesar de alguns ataques ocasionais de foguetes, geralmente, este é um lugar seguro. 

Mykola Stebljanko

A maioria das ações militares agora se concentra em torno de Kyiv, capital da Ucrânia, e Kharkiv. Mais de uma dúzia de cidades menores também estão sob ataque. A cidade de Mariupol, no sudeste da Ucrânia, está sob ataque. Mais de 2.500 civis morreram em Mariupol e cerca de 400.000 pessoas estão encurraladas na cidade, pois o exército russo impediu a fuga de qualquer um. Muitos estão sem eletricidade, água e aquecimento. 

O que está acontecendo com os Rotary Clubs na Ucrânia? 

Há 62 Rotary Clubs na Ucrânia. No momento, somente o Rotary Club de Kherson suspendeu temporariamente as reuniões porque a cidade está sob o controle dos militares russos. Falei recentemente com um rotariano de lá e ele disse que ninguém pode fugir da cidade. Eles não se reúnem mais ou fazem qualquer projeto por medo dos riscos à sua segurança pessoal. Nosso governador enviou uma carta de apoio a todos os rotarianos de Kherson. 

Outros Rotary Clubs continuam operando e fazendo o possível para conduzir serviços rotários. Criamos uma comissão especial para coordenar esforços de assistência. Cada clube tem um representante na comissão, a qual se reúne on-line duas vezes por dia para discutir os problemas que nossos clubes estão enfrentando. 

Quais tipos de projetos de assistência os clubes da Ucrânia estão fazendo?  

Os nossos serviços rotários se concentram em três áreas:

  • Ajuda aos hospitais, onde muitos civis feridos estão sendo tratados. Eles precisam urgentemente de suprimentos médicos. Criamos uma conta especial e recebemos cerca de US$ 100.000 de Rotary Clubs e distritos de todo o mundo. Já compramos e distribuímos medicamentos e equipamentos. Também fomos aprovados para dois Subsídios de Assistência em Casos de Desastres. 
  • Coordenação da assistência humanitária. Os clubes e distritos do Rotary estão enviando ajuda humanitária por meio de caminhões, navios e transportadoras aéreas. Estamos reconstruindo os centros de serviços humanitários do Rotary ao longo das fronteiras da Ucrânia com a Polônia, Eslováquia, Hungria e Romênia. Eles receberam todos os suprimentos e enviaram os itens para nossas cidades. Temos também diferentes postos próximos a regiões fronteiriças da Ucrânia, onde os rotarianos distribuem os itens – a maioria roupas, alimentos e medicamentos – às cidades que precisam de assistência. 
  • Ajuda a famílias de rotarianos que querem deixar o país. Muitos rotarianos na Europa e América estão oferecendo seus lares para hospedar nossos familiares. 

Por que você não sai da Ucrânia? 

Eu já sou um refugiado. Vivi em Simferopol, a capital da Crimeia, durante 40 anos. Em 2015, tive que deixar minha cidade natal por causa da anexação da Crimeia ao território russo. Então, minha esposa Olga e eu nos mudamos para Odesa. Achávamos estaríamos seguros na Ucrânia. Quando as pessoas perguntam por que não queremos deixar Odesa e sair da Ucrânia, explicamos que já fomos forçados a deixar nossa pátria uma vez em 2015. Não queremos deixar nosso país novamente. Somos ucranianos e queremos permanecer na Ucrânia. 

Qual sua mensagem para os Rotary Clubs ao redor do mundo? 

Em nome dos rotarianos da Ucrânia, gostaria de expressar meus profundos agradecimentos a todos os nossos companheiros rotarianos que nos ajudaram na Ucrânia. Isto significa muito para nós durante este momento difícil da história do nosso país. Ao mesmo tempo, gostaria de pedir à comunidade rotária que contate seus governos e pressione-os a agir em prol da paz. Somos gratos por nossos amigos ao redor do mundo que estão nos ajudando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s