Como as oportunidades de liderança melhoraram minha jornada no Rotary

Por Isaac Owolabi, ex-governador do Distrito 7670 e associado do Rotary Club de Asheville-Biltmore, EUA

Sou grato pelo meu envolvimento com o Rotary, não apenas porque me permitiu fazer muitos amigos, mas também por ter me ajudado a crescer de inúmeras maneiras. Meu entusiasmo pelo Rotary aumentou ao longo dos anos por causa de todas as oportunidades que tive de me envolver, aprender novas habilidades e liderar. Isso é o que significa aumentar o engajamento dos participantes ― uma das prioridades do nosso Plano de Ação e algo essencial se quisermos que nossos clubes prosperem e cresçam.

Minha jornada rotária começou há 30 anos, quando eu e um amigo estávamos nos exercitando em uma academia de ginástica. Fomos abordados por um homem que falou sobre um grupo de pessoas comprometidas com serviços humanitários que se reuniam para o café da manhã em um hotel ali perto. Fomos convidados para uma reunião e, depois de cinco visitas, resolvemos nos associar. Em apenas cinco meses, o clube cresceu de 5 para 27 associados. Inicialmente, eu me associei porque queria fazer contatos, mas fiquei por causa das oportunidades de melhorar a mim mesmo e causar impacto na vida de outras pessoas.

Dê espaço para outras pessoas servirem

Após três anos, meu trabalho me levou para outro local e tive que me transferir para outro clube. Em minha segunda reunião no novo clube, um associado me perguntou: “Você estaria interessado em servir como nosso presidente indicado?” Saí da reunião sentindo que o clube não só reconhecia quem eu era, mas também acreditava em mim o suficiente para pedir que eu servisse como seu presidente.

Encontrei muitas pessoas que sentem que não há espaço para servirem no Rotary. Isso não pode acontecer. Nós somos líderes e especialistas em nossas profissões. A liderança do clube tem a obrigação de ouvir continuamente as ideias dos nossos associados e de encontrar oportunidades de servir que sejam pessoal e profissionalmente gratificantes para eles. Precisamos adotar uma abordagem centrada no participante para administrar nossos clubes. Cada encontro é uma oportunidade de mostrar aos outros o que o Rotary pode fazer e o que juntos podemos alcançar.

Faça pesquisas entre os associados

Meu ano como presidente do clube me inspirou confiança e me ensinou a trabalhar com os outros. Aprendi como abordar as pessoas e pedir sua ajuda. Alguns associados só participam se forem convidados e se sentem honrados quando você pede que façam algo para você. Eu apliquei estas mesmas habilidades em minha profissão. As pessoas se interessam por coisas que elas podem ajudar a criar ou construir.

A oportunidade de servir como governador assistente e presidente de Comissão de Programas ampliou ainda mais minha capacidade de trabalhar com outras pessoas, pedir ajuda e aprender com sua experiência. Gostei de trabalhar com outros governadores assistentes para tornar nossos clubes melhores.

O envolvimento dos nossos associados é fundamental se quisermos ajudar nossos clubes a crescerem. Em meu clube, realizamos pesquisas com os associados todos os anos para saber em quais projetos comunitários eles estão interessados. Em seguida, encontramos maneiras de envolver as pessoas. Em minha experiência, quanto mais nós líderes oferecermos oportunidades para que nossos associados se envolvam e os incentivarmos a fazer isso, mais eles permanecerão e aproveitarão sua experiência no Rotary.

Leia mais sobre o Plano de Ação do Rotary, que nos ajuda a cumprir nossa visão de um mundo onde as pessoas se unem e entram em ação para causar mudanças duradouras. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s