O que significa ser um clube baseado em causa?

Por Chris Bloore, primeiro presidente do E-Club de WASH, Distrito 9980 (Nova Zelândia)

Cerca de dez anos atrás, os projetos de água, saneamento e higiene (WASH) do Rotary estavam tendo resultados mistos e sustentabilidade limitada. A criação de um e-club dedicado a atividades WASH foi uma forma de aplicar a disciplina do trabalho humanitário a programas assistenciais liderados por voluntários. Por meio da combinação bem dosada de habilidades, experiências e personalidades dos voluntários com as necessidades reais de projetos na área, as iniciativas do Rotary tinham tudo para agregar um valor mais compatível ao tempo, dinheiro e trabalho empregados.

Início

Nosso e-club surgiu das conversas entre o ex-presidente do RI, Bill Boyd, com o ex-presidente do Rotary Club de Dunedin Central, Steve Atkins, sobre uma pesquisa cofinanciada pelo Rotary. Entre encontrar clubes patrocinadores, recrutar associados, selecionar dirigentes e executar as tarefas administrativas de praxe, passaram-se dois anos até a fundação do nosso clube, em 5 de outubro de 2016. O apoio e orientação de três governadoras de distrito que se sucederam no cargo: Karen Purdue, Trish Boyle e Janice Hughes, além da governadora assistente Lesley Brook, foram cruciais durante nossos dois primeiros anos. Além do Bill Boyd, tivemos o suporte de outros líderes seniores do Rotary e da Anna Shepherd, que é a secretária executiva do Grupo Rotary em Ação pela Água, Saneamento e Higiene.

Desafios

Tivemos que superar vários desafios, como a logística para a participação das pessoas pela internet, a coordenação de um quadro associativo com representantes de diversas partes do globo e o pioneirismo em ser um dos primeiros Rotary Clubs do mundo baseado em causa.

Como vários e-clubs já existiam no Rotary, a adaptação dos nossos estatutos e regimento interno não foi difícil. Montamos um website, abrimos nossa presença nas redes sociais e adotamos a plataforma para nossas reuniões virtuais, começando com o GoToMeeting e depois o Zoom.

Visando atender às expectativas dos associados, tivemos que ser criativos quanto à hora da reunião, que fica mais difícil quando entra em vigor o horário de verão em alguns fusos horários. Outras coisas que pesaram foi que nossa conta bancária era da Nova Zelândia, o tesoureiro de outro país e quem tinha autorização para movimentar a conta o fazia pela internet. Os treinamentos para dirigentes do clube exigiram cooperação com os distritos das áreas em que eles moravam. Inventamos outras maneiras de arrecadar fundos entre nossos associados, como realização de quizzes pelo Zoom.

Conselho

Para crescer e prosperar, os Rotary Clubs devem fazer ajustes com base nas lições aprendidas. Além de estimulante, aprender coisas novas nunca é demais e mantém qualquer clube relevante e ágil. É vital delegar tarefas a todos os associados para que se sintam engajados. Clubes que têm um único foco correm o risco de ser engolidos por interesses especiais, como por ONGs, no nosso caso. E é justamente aí que se torna ainda mais importante não se esquecer de que continuamos sendo um Rotary Club. Nossa presidente, Heidi, enfatiza a necessidade de manter os associados plugados e satisfeitos com sua associação.

Geoff Elliott, associado do e-club, em visita a local de projeto no Equador.

Benefícios de se concentrar em tópico específico

O foco em determinado tópico pede que todos os associados se dediquem a ele, empregando suas habilidades e experiência ao alcance dos objetivos em comum. Isso dá acesso a um conjunto mais profundo de conhecimentos proporcionados por agremiações especiais, no nosso caso o Grupo Rotary em Ação pela Água, Saneamento e Higiene, sem contar uma gama de sociedades profissionais e ONGs alinhadas aos nossos valores e objetivos. Tudo isso nos torna mais eficazes e facilita nossos empenhos de recrutamento.

Impacto

Estamos ampliando nossa capacidade de ajudar os clubes com seus pedidos de Subsídios Distritais e Globais para projetos na área WASH. Analisamos os pedidos de subsídio e viabilizamos meios para os clubes atenderem às exigências da Fundação Rotária e apoiarem suas equipes que fazem o trabalho de campo. Estamos implementando um Subsídio Global WASH em escolas da Nigéria, fazendo avaliações de comunidades do Sudão do Sul para escolher as mais adequadas a receberem projetos para fornecimento de água, e levando água, saneamento e higiene a instalações de saúde no Malauí.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s