Três maneiras de tornar seu clube mais inclusivo

Por Katey Halliday

O Rotary adotou recentemente uma declaração de diversidade, equidade e inclusão que envia uma forte mensagem de que abraçamos a inclusão. Com clubes em todo o mundo, nossos projetos e serviços alcançam uma ampla gama de pessoas. Portanto, já somos diversificados. Mas um segundo ingrediente, a inclusão, é a chave para promover e manter todos os benefícios dessa diversidade. Até que ponto seu clube é inclusivo?

O Rotary está trabalhando para criar nos clubes experiências onde todos os indivíduos se sintam bem-vindos, respeitados e valorizados como associados.

Verna Myers, fundadora da Verna Myers Company e vice-presidente de Estratégia de Inclusão da Netflix, explicou a diferença entre os dois conceitos da seguinte maneira: “Diversidade é quando a pessoa é convidada para a festa, e inclusão é quando ela é chamada para dançar “.

No contexto da associação ao Rotary, isto significa que não é suficiente convidar pessoas de diversas origens para nossas reuniões e eventos. Precisamos incluí-las no planejamento e na tomada de decisões dos clubes, e valorizar suas contribuições.

Veja a seguir algumas ideias para cultivar a inclusão:

Torne seu clube acessível

  • O local das reuniões é conveniente para todos? Se não, considere a possibilidade de se reunir em mais de um local.
  • As informações ficam disponíveis para as pessoas que não conseguem comparecer às reuniões?
  • O horário da reunião é adequado para a demografia que você está tentando atrair? Você pode oferecer opções, como algumas reuniões de manhã e outras à noite. Nem todas elas precisam incluir refeições.
  • Há algum custo desnecessário que impeça alguns de comparecer, como a despesa com uma refeição? Um menu limitado também pode criar barreiras não intencionais para aqueles com restrições dietéticas.
  • Você pode cobrar taxas mensais ou trimestrais, em vez de anuais, para ajudar os associados que se organizam melhor desta forma? Considere estabelecer uma pequena taxa adicional para cobrir o custo do processamento da cobrança.

Dê a todos os associados algo significativo para fazer

Para tanto, os líderes do clube precisam entender o motivo de cada associado ter entrado para o Rotary e determinar quais atividades estão alinhadas aos seus interesses e propósitos propósito. Embora às vezes seja mais fácil você mesmo fazer a tarefa, delegá-la um novo associado é uma ótima maneira de fazê-lo se sentir incluído no clube.

O Rotary recebe pessoas de todas as origens e de uma ampla variedade de culturas, experiências e identidades.

Ofereça treinamento sobre diversidade e inclusão

Todo clube pode se beneficiar de uma discussão honesta sobre estes tópicos. Recebi feedback de muitos associados e, em conversas com os líderes distritais, ouvi que algumas pessoas hesitam em se associar por causa de comentários ou comportamentos inadequados que testemunharam. Programe um treinamento ou convide um orador para falar sobre qualquer um dos seguintes temas:

  • Usar linguagem inclusiva. Aprenda sobre os efeitos que nossas palavras têm na criação de uma cultura de comportamento normalizado. Usar uma linguagem que englobe os diferentes gêneros, por exemplo, pode ajudar a alcançar a igualdade. Para atingir o objetivo de ter mulheres que representem 30% dos membros e da liderança até junho de 2023, precisamos tomar medidas positivas nesta área.
  • Como detectar e evitar o viés inconsciente e a discriminação. Às vezes, as pessoas podem ser tratadas de forma injusta, sem intenção, devido a uma característica pessoal.
  • Como compreender e evitar o assédio sexual. O movimento #MeToo (eu também) aumentou a conscientização sobre o assédio sexual. Convide um especialista para conscientizar seu clube sobre o assunto e explicar o que eles podem fazer para evitar o preconceito e a discriminação.
  • Importância de não se calar ao observar um comportamento inapropriado. David Morrison, tenente-geral aposentado do exército australiano e atual presidente do Conselho de Diversidade da Austrália, diz que “o padrão que você deixa passar é o padrão que você aceita”.
  • Datas que celebram a diversidade. Participe do Dia Internacional da Mulher, Dia da Harmonia, celebrações de Orgulho Gay locais e outras datas que celebram a diversidade.

Há muitas estratégias que seu clube pode empregar, mas, para que qualquer uma delas funcione, você precisa se conscientizar de que a mudança é vital para o sucesso contínuo do Rotary. Podemos admirar a iniciativa do Rotary International de adotar a declaração de diversidade, equidade e inclusão, porém, cabe aos associados garantir que ela seja colocada em prática nos clubes. Saiba o que seu clube pode fazer a respeito da diversidade.

Sobre a autora: Katey Halliday é ex-presidente e associada fundadora do Rotaract Club de Adelaide City, e recentemente ingressou no Rotary Club de Adelaide Light. Também serviu como líder de equipe, coordenadora e instrutora do RYLA. Hoje, atua como especialista em projetos e facilitadora de treinamentos do Departamento de Diversidade e Inclusão da Polícia da Austrália.

2 respostas em “Três maneiras de tornar seu clube mais inclusivo

  1. Essas três maneiras, são pertinentes para para serem colocadas em uma reunião de clube! Nesses momentos de pandemia, todos tem oportunidade de participarem independente do horário das reuniões .

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s