O Rotary e o Toastmasters deram sentido à minha vida

Por David Jones, presidente eleito do Rotary Club de Upper Arlington/Grandview (TriVillage), Columbus, EUA

Blog 4 Aug

David Jones com sua saudosa esposa Judy, em 2006.

Em 2008, o meu mundo desmoronou quando a minha querida esposa de 29 anos foi atropelada e acabou morrendo por ter sido atropelada por um motorista irresponsável, que dirigia sob efeito de substância psicoativa. Ela voltava da visita que tinha ido fazer à nossa filha de 17 anos, que estava na faculdade. Minha vida girava em torno da Judy e dos nossos quatro filhos: Anne, Michael, Geoffrey e Lara. Nossa conexão e afinidade eram tão fortes, que senti como se também tivesse morrido.

Um ano depois, o nosso filho caçula mudou de cidade para frequentar a faculdade, e eu fiquei sozinho numa casa de cinco quartos. Tive que escolher entre me fechar no casulo ou voltar a viver. Escolhi a segunda opção. Resolvi conhecer réus primários que haviam sido condenados por provocarem acidentes de trânsito enquanto dirigiam sob efeito de álcool ou drogas.

Em 2011, entrei no Toastmasters para aprender técnicas de oratória que me ajudassem a falar com as pessoas. Ao longo dos anos, falei a mais de 15.000 motoristas e acredito que muitos inocentes não morreram atropelados graças à minha pequena contribuição. Além de mãe, artista, jardineira e cozinheira de mão cheia, Judy serviu por 10 anos como diretora de programas para crianças da nossa igreja. Sua partida afetou a comunidade inteira, e não apenas a nossa família.

Também em 2011, eu me casei com Diane, uma corretora de imóveis que tinha perdido o marido para um aneurisma cerebral na mesma época em que eu havia perdido a Judy. Vendi minha casa, fui morar com a Diane e entrei para o Rotary Club de TriVillage em 2012, porque queria conhecer pessoas e servir ao próximo por meio dos inúmeros projetos do clube.

Blog 4 aug rot e toast

Em 2018, iniciei um projeto de Subsídio Global de US$110.000 para fornecer água a 2.500 moradores de um vilarejo de Uganda, construir banheiros na escola local com 700 estudantes e oferecer aulas de saneamento e higiene. Em novembro de 2019, tive o privilégio de visitar Namabasa por duas semanas, ocasião em que conheci as pessoas com quem havia trabalhado, como o reverendo Abraham Namugowa e o presidente do Rotary Club de Mbale, Bonny Mark Alinga.

O Subsídio Global fazia parte do meu projeto de liderança de alto desempenho para ganhar o prêmio Toastmasters com Distinção, mas ele se tornou muito mais do que isso. Ele acrescentou um novo sentido à minha vida. Liderei dois workshops Toastmasters em Uganda, e nesta visita tive certeza de que o Subsídio Global do Rotary é exatamente o que minha saudosa esposa Judy teria desejado que eu fizesse.

Em julho de 2020, virei presidente eleito do meu Rotary Club e vice-presidente de programas educativos do meu Clube Toastmasters. Por ter servido em várias funções administrativas no Toastmasters, eu estava preparado para ocupar a presidência do meu Rotary Club. Ambas as organizações se complementam e têm muito a oferecer. Eu me aposentei como diretor de TI no final do ano passado e aceitei um trabalho temporário de três meses no censo americano, sobre o qual fiquei sabendo através do Rotary e onde coloquei em prática as habilidades que aprendi no Toastmasters.

Meus dias são repletos de propósito. Faço parte da igreja e me dedico à família, trabalho, Rotary e Toastmasters. Apesar de ser aposentado, nunca estive tão ocupado.

Saiba mais sobre a parceria do Rotary com o Toastmasters.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s