Entre em ação pela água e saneamento

Segundo a Organização das Nações Unidas, 2,1 bilhões de pessoas não consomem água potável de qualidade e 4,5 bilhões são desprovidas de saneamento adequado. A higiene precária é generalizada e afeta negativamente a saúde. Cerca de 340.000 menores de cinco anos morrem anualmente por causa de doenças diarreicas oriundas do saneamento precário, falta de higiene e consumo de água contaminada. Todo dia, o mundo perde mais de 1.000 crianças devido a causas passíveis de prevenção.

copos dagua

Possibilitar o acesso da população à água potável é um ato nobre e pode ser potencializado quando acompanhado da melhoria do saneamento e de bons hábitos de higiene. Além da vantagem imediata das pessoas ficarem hidratadas e sadias, a prática da boa higiene e o acesso à água e saneamento provocam impactos socioeconômicos positivos, especialmente para mulheres e meninas. *

Para a realização de projetos WASH (sigla em inglês para água, saneamento e higiene), o Rotary mobiliza recursos, forma parcerias, investe na infraestrutura e no treinamento que trazem as mudanças desejadas. Vejamos alguns exemplos recentes:

  • O Rotaract Club de Melbourne City, na Austrália, organiza anualmente o Clean Up the Yarra, que reúne rotaractianos, rotarianos e outros voluntários da região. O evento coincide com a iniciativa Clean Up Australia Day, dia em que várias cidades do país fazem mutirões de limpeza e campanhas de conscientização sobre a preservação do meio ambiente. Os 45 membros da família rotária que participaram do evento deste ano limparam uma parte do Rio Yarra e respectiva mata ciliar.
  • Os muitos estudantes do centro de ensino Bang Klam, na Tailândia, só têm um banheiro para usar. Outro agravante é que às vezes falta água. O Rotary Club de Hatyai East, junto com o Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário, deram uma força ao Centro construindo três sanitários e uma pia. Os fundos para o projeto vieram da venda de produtos de cerâmica.
  • Os Rotary Clubs de Rabindra Sarobar e Sahanagar, na Índia, organizaram uma campanha de conscientização em algumas favelas de Calcutá que teve a participação de 1.000 moradores.
  • Arusha, em Oldonyo Sambu, na Tanzânia, tem só 3.256 moradores, mas é lá onde a fluorose é mais presente no país. A quantidade de flúor na água potável fornecida em Oldonyo Sambu é cerca de 12 vezes mais alta do nível recomendado pela Organização Mundial da Saúde. Em parceria com o Nasio Trust, o Rotary Club de Abingdon, na Inglaterra, implementou um projeto que instalou três tanques para armazenar água de melhor qualidade para os moradores de Arusha.

Pia maos

Em março, Mês dos Recursos Hídricos e Saneamento, muitos membros da família rotária entraram em ação. Divulgue no Rotary Ideas o seu projeto nesta área para obter o suporte que precisa. Publique as iniciativas WASH concluídas por seu clube no Rotary Showcase e fique por dentro do assunto participando do grupo de discussão Water and Sanitation.

*UN Water: http://www.unwater.org/water-facts/water-sanitation-and-hygiene.

Uma resposta em “Entre em ação pela água e saneamento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s