O Rotary está comprometido com a saúde de mães e filhos

Por Azka Asif, Departamento de Programas do Rotary

Todas as pessoas deveriam ter direito à saúde e à assistência médica, contudo, a discriminação de gênero impede o exercício pleno deste direito. As mulheres são mais suscetíveis a doenças e menos prováveis de conseguir assistência médica, por razões diversas como falta de recursos financeiros ou por convenções sociais que as obrigam a permanecer dentro de casa.*

Com projetos focados na saúde materno-infantil, os rotarianos estão comprometidos a alcançar a terceira meta dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável do Milênio: assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades.

Anualmente, pelo menos sete milhões de crianças menores de cinco anos morrem por causas derivadas de doenças, desnutrição, sistema de saúde ineficaz e saneamento precário. Para reduzir este número, os rotarianos conduzem campanhas de vacinação e fornecem antibióticos para bebês, aumentam o acesso a serviços médicos essenciais e dão suporte a profissionais da área de ginecologia e obstetrícia. Quase 80% dos óbitos maternos podem ser prevenidos por meio da saúde reprodutiva e com o cuidado dispensado por profissionais treinados. Os projetos rotários propiciam educação, imunizações, kits de parto, clínicas móveis e apoio geral.

Em abril, Mês da Saúde Materno-Infantil no calendário rotário, celebramos o nosso compromisso com o bem-estar de mães e filhos no mundo inteiro. Veja alguns exemplos de projetos:

  • O Rotary Club de Metro East Taytay, nas Filipinas, formou parceria com profissionais da área médica para fornecer assistência gratuita a mais de 100 mulheres de baixa renda.
  • Na Nigéria, o Rotary Club de Port Harcourt GRA forneceu tratamento gratuito a mães e filhos provenientes de mais de 120 famílias. Eles foram diagnosticados e tratados, e nos casos mais graves, enviados a hospitais para fazerem mais exames e passarem por tratamentos específicos.
  • Todo ano, o Rotaract Club de Kampala realiza o projeto comunitário Salve uma Mãe, Salve um Filho. Este ano, o projeto fornecerá orientação a gestantes, exame do câncer cervical, serviços para espaçamento entre as gestações, testes e aconselhamento referentes a HIV/aids.
  • Com 91% das mulheres dando à luz em casa, o Haiti tem a taxa mais alta de mortalidade materno-infantil do Ocidente. Os rotarianos viabilizaram um jipe totalmente equipado para prestar cuidados médicos em qualquer lugar do país, com capacidade para 12 voluntários. Assista ao vídeo abaixo sobre este projeto.

No mês de abril, incentivamos os rotarianos a visitarem o blog para encontrar dicas, recursos e historias de sucesso para ajudar no planejamento de projetos na área de enfoque saúde materno-infantil. Participe da conversa deixando comentários no blog e conte como o seu clube apoia iniciativas na área de enfoque recursos hídricos e saneamento pelo Rotary Showcase.

*[www.unwomen.org]

Uma resposta em “O Rotary está comprometido com a saúde de mães e filhos

  1. Pingback: BOLETIM ELETRÔNICO DO MÊS DE ABRIL |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s